SPD e Rota dos Quilombos vão a Angola

A Associação Protetora dos Desvalidos, em parceria com o grupo A Rota dos Quilombos, fará sua primeira visita ao continente africano. Por meio da Casa de Angola, na figura do Sr. Bejamin Sabi e do Sr. Lopes Trigo, assessor no Ministério da Juventude e Desportos de Angola, diretores, pesquisadores e associados da instituição realizarão um intercâmbio cultural em janeiro.

Mulheres Mwila ou Mwela são um grupo de grupos étnicos semi-nômades que vivem no sul de Angola, na área do Huila

A organização dessa atividade internacional se deu pela necessidade de aproximação com a cultura e fortalecimento dos laços ancestrais dos que vão levar um pouco da história da SPD.

Angola, que é um país localizado na costa ocidental da África, possui cerca de 28,3 milhões de habitantes. O País também é conhecido pela sua vasta riqueza mineral, especialmente diamantes e petróleo. O outro ponto que torna o país atrativo é sua beleza natural convidativa, que movimenta um mercado turístico, relativamente novo, mas encantador aos visitantes.

Apesar das grandes desigualdades sociais, Angola tem na sua história a beleza e a força do seu povo que muito se assemelha com os afro-brasileiros. Assim, o grupo da SPD e da Rota dos Quilombos vai fazer as malas para revisitar os irmãos e irmãs do outro lado do Atlântico, contando uma trajetória de luta na Bahia que começa nas terras da África.

E o 2018 da SPD, já começa com novas histórias!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *